Esporte Cidadão Itinerante tem início

Oficinas inaugurais aconteceram na última quinta-feira (17), com estudantes da Escola Estadual Protásio Alves

Com o objetivo de despertar o espírito solidário, a vivência da cidadania e a sedimentação de valores como o comprometimento e a responsabilidade, através da prática esportiva, o Colégio Notre Dame e a Congregação de Nossa Senhora retomam o Projeto Esporte Cidadão, com novidade. Se até o ano de 2011, os mais de 200 beneficiados pelo projeto social eram crianças e adolescentes de ambos os sexos, com idade entre 10 e 14 anos, que, quinzenalmente, aos sábados, eram acolhidos no Ginásio de Esportes do Colégio Notre Dame para participar de oficinas artísticas e esportivas, em 2012 o projeto atenderá somente crianças e adolescentes do sexo feminino, em duas modalidades distintas: fixa e itinerante.

Adolescentes que participaram da oficina no turno da manhã.

No Esporte Cidadão Itinerante, toda a infraestrutura para a prática da oficina de voleibol será levada à Escola Estadual Protásio Alves e à Escola Estadual Monte Castelo. As oficinas inaugurais desta nova modalidade aconteceram nesta quinta-feira (17), com estudantes da Escola Protásio Alves. Realizadas no turno da manhã e da tarde, elas reuniram mais de 60 crianças e adolescentes, na praça Tochetto para a prática orientada do vôlei.

Semanalmente, serão realizadas três oficinas: duas no Protásio Alves – utilizando como ambiente de treino a praça – e uma no Monte Castelo. As oficinas terão 90 minutos de duração e serão realizadas na terça-feira, entre as 16h e as 17h30min, na escola Monte Castelo, e na quinta-feira, das 10h às 11h 30min e das 15h às 16h30min, na Protásio Alves. A pretensão da organização do projeto social é a de que 120 meninas participem desta modalidade, na qual o grande objetivo é incluir a prática e os valores do esporte no cotidiano das escolas, através da divulgação do voleibol.

Já, no método fixo, mantem-se os encontros quinzenais – entre as 14h e 17h de sábado – no Ginásio de Esportes do Colégio Notre Dame. Nele, outras 120 meninas, em situação de vulnerabilidade social, matriculadas nas escolas públicas parceiras – Escola Estadual Gomercindo dos Reis, Escola Estadual Monteiro Lobato, Escola Municipal Antonino Xavier, Escola Municipal Coronel Lolico e Escola Municipal Notre Dame – participam, desde 05 de maio, de oficinas de voleibol e dança. Além disso, terão acompanhamento psicológico e de assistente social, estendido também às famílias, com o objetivo perpetuar os valores cultivados no projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>